A primeira missão ‘rideshare’ da SpaceX lançará um número recorde de satélites (atualizado)

23 de janeiro de 2021 0 34

Ele tem uma carga útil que consiste em 10 satélites Starlink e 133 espaçonaves de clientes.

A missão SpaceX Transporter-1 com lançamento previsto para hoje colocará em órbita 133 espaçonaves comerciais e governamentais, bem como mais 10 satélites Starlink. A SpaceX diz que é “a maior espaçonave já implantada em uma única missão” – o detentor do recorde anterior, um veículo de lançamento de satélite polar indiano, transportou apenas 104 satélites para o espaço. Além de ter uma carga útil recorde, o Transporter-1 também é o primeiro lançamento dedicado no programa SmallSat Rideshare SpaceX anunciado em 2019.

O programa SmallSat oferece às empresas e agências governamentais uma maneira acessível de colocar seus CubeSats, microsats e outras pequenas espaçonaves em órbita. Seus preços começam em US $ 2,5 milhões para cargas úteis de até 150 kg (330 lbs). Os clientes do programa normalmente apenas pegam uma carona em outros lançamentos do Falcon 9, e esta é a primeira vez que eles são o ponto principal de uma missão. Quanto aos satélites Starlink a bordo do vôo, eles serão os primeiros na constelação a se posicionar em uma órbita polar.

No Twitter, o chefe da SpaceX, Elon Musk, disse que o Transporter-1 “está recebendo ainda mais escrutínio do que um voo Starlink” porque muitas empresas dependem dele para voar sem problemas.

A SpaceX abrirá a janela de lançamento do Transporter-1 ainda hoje, 23 de janeiro, às 9h40, horário do leste. A missão vai decolar do Complexo de Lançamento Espacial 40 na Estação da Força Espacial do Cabo Canaveral, na Flórida, e a empresa transmitirá o evento ao vivo cerca de 15 minutos antes da decolagem. Você poderá assistir ao lançamento conforme acontece no vídeo abaixo:

Notícia Tecnologia