Apple nega alegações de antitruste; Alega que possui muitos concorrentes globalmente

1 de julho de 2020 0 36

maçãrejeitou alegações de práticas comerciais monopolistas levantadas contra ele por outras empresas de tecnologia, Spotify, Tile e Rakuten. Em uma conferência online nesta semana, Daniel Matray, chefe da App Store e Serviços de Mídia da Apple, afirmou que nem o ecossistema da App Store nem o serviço de pagamento digital da empresa são dominantes em qualquer lugar do mundo.“Competimos com uma grande variedade de empresas, Google, Samsung, Huawei, Vivo, LG, Lenovo e muito mais”, ele disse.

Ele afirmou ainda que até o negócio de hardware da empresa enfrenta a concorrência de poderosos rivais. “De fato, a Apple não tem uma posição dominante em nenhum mercado. Enfrentamos forte concorrência em todas as categorias. (Isso inclui) tablets, dispositivos vestíveis, computadores de mesa e notebooks, mapas, músicas, pagamentos, mensagens e muito mais ”, ele disse.

A defesa de Matray ocorre apenas algumas semanas após a empresa de tecnologia americana, Telhae empresa japonesa de tecnologia, Rakuten, apresentou queixas antitrustecontra a Apple junto da Comissão Europeia. Enquanto o primeiro acusou a Apple de abusar de sua posição de liderança no mercado para favorecer seu próprio aplicativo de rastreamento, o FindMy, às custas de desenvolvedores de terceiros, a subsidiária de e-book do último, Kobo, reclamou da comissão de 30% cobrada pela Apple. todos os e-books vendidos por meio do aplicativo iOS.

Matray, no entanto, defendeu ambas as práticas. Segundo ele, 85% dos aplicativos da App Store são gratuitos e não pagam um centavo à Apple. E, quanto aos aplicativos pagos, eles só precisam pagar a comissão quando usam seu serviço de pagamento no aplicativo. Além do mais, as mesmas regras se aplicam a todos os desenvolvedores, grandes e pequenos, disse ele, o que implica que não há tratamento diferenciado.

>

Notícia