Donald Trump alega que os resultados da pesquisa do Google são manipulados

30 de abril de 2020 0 75

As tiradas de Donald Trump contra alguns meios de comunicação (leia a CNN) que criticam suas políticas geralmente surgem na forma de tweets, criticando jornalistas e elogiando certos meios de comunicação que o cobrem com diligência e mostram uma imagem positiva dos EUA. Presidente. Mas Trump agora voltou sua atenção para as empresas de tecnologia, chamando especificamente o Google por manipular os resultados da pesquisa e suprimir as boas notícias sobre ele e seus seguidores como um todo.

Em uma série de tweets enviados poucas horas atrás, Trump afirmou que os Resultados de Pesquisa do Google para o termo ‘Trump News’ mostram apenas os resultados cobertos por ‘Fake New Media’ , que mostram apenas más notícias e histórias sobre o Presidente e seu governo .

E como se “ Fake New Media ” não fosse clara o suficiente, Trump acabou nomeando a CNN, apontando que esses meios de comunicação controlam o que as massas veem na internet e o que não conseguem ao procurar notícias relacionadas a ele. Para apoiar suas reivindicações, ele acrescentou que 96% dos resultados da pesquisa para o termo ‘Trump News’ são da ‘mídia nacional de esquerda’;  no entanto, ele não mencionou nenhuma fonte de pesquisa ou relatório de pesquisa credível de onde o Foi obtido um valor de ‘96% ‘.

No entanto, a mencionada  ‘Mídia Nacional de Esquerda’  é ‘muito perigosa’ nas palavras do Presidente Trump, que desenvolveu uma reputação de fazer alegações estranhas e citar números inacreditáveis ​​em relação à economia, educação e outros aspectos da governança. E, é claro, voltando atrás em suas palavras mais tarde, quando suas reivindicações são desmascaradas e rasgadas em pedaços diante de fatos reais.

Trump não mediu palavras ao afirmar que ‘Google e outros’  estão suprimindo a voz dos conservadores e que qualquer informação e notícia boa é escondida do público. Mais tarde, ele chamou a situação de “muito séria” e acrescentou que ela será “abordada” , sem especificar quando ou como ele abordará a chamada questão do Google e dos meios de comunicação que tentam retratá-lo em uma imagem negativa.

>

Notícia