Elon Musk quer que Tesla Roadster flutue no ar usando propulsor de foguete

14 de fevereiro de 2021 0 203

Depois de lançar um carro ao espaço, o CEO da Tesla que ver o Roadster pairar no ar – e vindo de Elon Musk, não estamos surpresos

Se você fosse o CEO de uma empresa de carros elétricos e de uma companhia de sistemas aeroespaciais ao mesmo tempo, o que você faria? Bem, Elon Musk, que de fato está nessa posição, quer unir o melhor dos dois mundos e criar um carro que flutua no ar. A ideia é usar propulsor de foguete para fazer com que o Tesla Roadster paire, como em filmes futuristas.

O bilionário contou seus planos durante um episódio do podcast Joe Rogan Experience. “Eu quero que ele fique pairando, e eu estava tentando descobrir como fazer essa coisa pairar sem, você sabe, matar pessoas. Talvez ele possa pairar um metro acima do solo, ou algo parecido. Se você despencar, a suspensão explodirá, mas você não vai morrer”, ponderou.

Lá pelo ano de 2018, na época em que levou um Roadster ao espaço, Musk já tinha falado abertamente sobre a ideia de colocar propulsores de foguete no Roadster, então basta juntar as peças para ter alguma ideia do que o empresário anda aprontando.

É claro que mesmo que Musk decida tirar as ideias do papel, ainda há muito o que ser feito antes de vermos carros pairando por aí. Os próprios órgãos reguladores teriam muito trabalho pela frente – mas é melhor que eles se preparem, já que o novo Roadster chega ao mercado em 2022.

Ultrapassando limites

Não parece haver nada realmente impossível para Elon Musk, já que ele está sempre ultrapassando limites com suas empresas. Trazendo o recorte para a Tesla, a companhia anunciou recentemente dois veículos com volante em forma de U (como um manche de avião) – algo que pegou de surpresa a Administração Nacional de Segurança de Tráfego Rodoviário dos Estados Unidos. A agência pediu para ver mais de perto como funciona o controlador.

Durante o podcast de Joe Rogan, Musk disse que o volante era legal e que algo semelhante é usado na Fórmula 1. Foi quando Rogan rebateu: “Sim, mas você não está na estrada em um carro de Fórmula 1. Gosto de dirigir assim, apoiando a mão no topo do volante”.

Elon finalizou categoricamente: “Bem, o piloto automático está ficando bom o suficiente para que você não precise dirigir a maior parte do tempo. Acho que você pode descansar a mão no joelho”.

Tecnologia