Facebook expôs milhões de senhas do Instagram

30 de abril de 2020 0 120

Um dia depois de admitir o envio “não intencional” de quase 1,5 milhão de novos usuários, o Facebook agora revelou que milhões de senhas do Instagram foram armazenadas em seus servidores em um formato legível.

No mês passado, o Facebook informou que corrigiu um problema de segurança, no qual milhões de senhas de seus usuários eram armazenadas em texto simples e em formato “legível” por anos e eram pesquisáveis ​​por milhares de seus funcionários.

A empresa revelou na quinta-feira que milhões de senhas pertencentes aos usuários de seu serviço de compartilhamento de fotos Instagram também foram expostas.

“Descobrimos registros adicionais de senhas do Instagram sendo armazenados em um formato legível. Agora estimamos que esse problema impactou milhões de usuários do Instagram ”, afirmou o gigante das redes sociais em uma atualização.

“Notificaremos esses usuários como fizemos com os outros. Nossa investigação determinou que essas senhas armazenadas não foram abusadas internamente ou acessadas incorretamente. ”

O Facebook descobriu que algumas senhas de usuários estavam sendo armazenadas em um formato legível em nossos sistemas internos de armazenamento de dados.

“Isso chamou nossa atenção porque nossos sistemas de login foram projetados para mascarar senhas usando técnicas que as tornam ilegíveis. Corrigimos esses problemas e, por precaução, notificaremos a todos cujas senhas encontradas armazenadas dessa maneira ”, escreveu Pedro Canahuati, vice-presidente de engenharia, segurança e privacidade do Facebook.

Um porta-voz do Facebook admitiu na quarta-feira que e-mails de 1,5 milhão de pessoas foram coletados desde maio de 2016 para ajudar a criar a rede de conexões sociais do Facebook e recomendar que outros usuários adicionassem como amigos.

A revelação veio à tona depois que um pesquisador de segurança notou que “o Facebook estava pedindo a alguns usuários que digitassem suas senhas de email quando se inscreveram em novas contas para verificar suas identidades” .

A rede social disse que os contatos não foram compartilhados com ninguém e estavam sendo excluídos.

Em março, um relatório da Krebs On Security alegou que entre 200 e 600 milhões de usuários do Facebook podem ter suas senhas de conta armazenadas em texto sem formatação e pesquisáveis ​​por mais de 20.000 funcionários do Facebook.

>

Notícia