Huawei pagará multa de US $ 10,5 milhões por violações de patentes 4G LTE

30 de abril de 2020 0 82

Huawei e EUA têm tido uma história conturbada ultimamente. A empresa chinesa, juntamente com a ZTE, foi forçada a sair do mercado americano recentemente, o que resultou no gigante chinês sofrendo enormes perdas. No entanto, parece que há mais problemas a caminho para a Huawei.

Conforme relatórios recentes, um júri do Texas constatou que a Huawei Technologies e sua subsidiária Huawei Device USA violaram cinco patentes essenciais padrão do PanOptis Patent Management. Como tal, o júri do Tribunal Distrital dos EUA no Distrito Leste do Texas, que anunciou sua decisão na segunda-feira, 27 de agosto, ordenou à Huawei que pagasse à PanOptis US $ 10,5 milhões.

>

Em 2014, a empresa americana PanOptis tentou entrar em contato com a Huawei e agendar reuniões para discutir as violações e até ofereceu termos não discriminatórios razoáveis ​​para licenciar as patentes, para que a Huawei possa continuar usando essas tecnologias. No entanto, após três anos consecutivos e inúmeras cartas, a gigante tecnológica chinesa se recusou a responder, forçando a PanOptis a registrar uma reclamação em outubro de 2017.

De acordo com a denúncia, a  Huawei violou várias patentes (cinco no total) relacionadas à conectividade 4G LTE em dispositivos de consumo . Essas tecnologias são tecnologias LTE necessárias para decodificar dados de imagem e áudio.

Segundo o relatório, os produtos da Huawei que supostamente violaram as patentes incluíam o Huawei Nexus 6P, Huawei Mate 9 e Huawei P8 Lite.

A partir de agora, não há comentários oficiais da Huawei sobre isso . Embora seja certo que a gigante chinesa irá recorrer do caso, mas se for considerada culpada, a empresa precisa pagar uma multa de US $ 10,5 milhões pelas patentes violadas.

>

Notícia