O fundador da Flipkart, Binny Bansal, desiste de ‘grave conduta pessoal’

30 de abril de 2020 0 77

Flipkart agora perdeu os dois membros fundadores. Enquanto o presidente do Grupo Flipkart, Sachin Bansaltinha parado logo depois a aquisição da empresaPelo WalMart, no início deste ano, Binny, CEO do Flipkart Group, renunciou ao cargo de ” uma alegação de falta grave de conduta pessoal ” em uma investigação independente, de acordo com um relatório da Reuters.

Flipkart e WalMart (dono de 77% do e-tailer indiano) divulgaram um comunicado à imprensa afirmando que Binny ‘nega veementemente’ a alegação,  mas ainda decidiu renunciar a sua posição atual, com efeito imediato.

>

A declaração acrescenta que era sua responsabilidade “garantir que a investigação fosse deliberada e completa”, mas não foi completamente proveitosa. Eles não conseguiram encontrar nenhuma forma de evidência contra as alegações, mas souberam de “outros lapsos de julgamento”, incluindo uma falta de transparência relacionada à própria alegação. A declaração não lança nenhuma luz sobre a alegação e oferece palavras de despedida como abaixo:

Binny tem sido uma parte importante da Flipkart desde a fundação da empresa, mas eventos recentes corriam o risco de se tornar uma distração e Binny decidiu deixar o cargo.

Isso levou a algumas pequenas mudanças na liderança também. Kalyan Krishnamurthy continuará sendo CEO da Flipkart e Sameer Nigam ainda comandará o PhonePe; no entanto, eles agora serão diretamente responsáveis ​​perante o conselho da empresa, em vez de Bansal. Myntra e Jabong continuarão a ser liderados por Ananth Narayanan, que se reporta a Kalyan.

O comunicado à imprensa também revela que Binny Bansal estava procurando uma ‘transição’ para fora da empresa, mas atualmente não se sabe o que o co-fundador da Flipkart planejou. Ele ainda não fez declarações nas mídias sociais, mas volta para o Beebom.com para obter mais atualizações. Essa é uma grande sacudida para a Flipkart, que agora perdeu seus fundadores e é controlada por uma das maiores redes varejistas do mundo.

>

Notícia