O novo sensor de telefone da Samsung promete autofoco mais rápido e preciso

23 de fevereiro de 2021 0 598

“Dual Pixel Pro” pode comparar o foco de cima para baixo e também de lado a lado.

A Samsung revelou seu mais recente sensor de câmera para smartphone com um novo recurso chamado Dual Pixel Pro, que promete um autofoco mais rápido e preciso. O sensor ISOCELL GN2 de 50 megapixels provavelmente chegará aos smartphones Galaxy de próxima geração e outros dispositivos da Samsung.

Com a tecnologia fase de detecção dupla Pixel, usado tanto por Samsung e Canon , cada pixel do sensor é dividida verticalmente em dois fotodiodos. Uma vez que eles recebem a luz de ângulos ligeiramente diferentes, o foco é calculado rápida e diretamente com base no deslocamento. Cada pixel no sensor é usado para foco automático, aumentando as velocidades de AF sem afetar o desempenho do sensor. Isso difere dos sensores de detecção de fase regulares, que usam muito menos pixels AF distribuídos ao redor do sensor que afetam negativamente o desempenho do sensor.

Os sensores Dual Pixel Pro da Samsung dividem os pixels diagonalmente em vez de verticalmente. Ao fazer isso, cada pixel pode comparar a luz que entra de cima para baixo, bem como da esquerda para a direita como antes. Isso permite que o sistema calcule o autofoco com mais rapidez em alguns casos, como ao girar o smartphone, por exemplo. (De acordo com uma patente recente, a Canon dividiria os pixels em quatro para realizar a mesma coisa.)

Outro novo recurso do sensor GN2 é algo que a Samsung chama de tecnologia HDR escalonada. Se você está fotografando cenas de alto contraste como o pôr do sol, pode capturar vários quadros em exposições curtas, médias e longas. Isso significa que você pode ter que manter a câmera imóvel para capturar uma foto, embora ela supostamente use 24 por cento menos energia em comparação com o modo HDR em tempo real da Samsung.

O GN2 também usa um novo recurso chamado Smart ISO. Isso efetivamente usa várias configurações ISO em uma única foto para “criar imagens de alto alcance dinâmico com menos artefatos de movimento”, de acordo com a Samsung. Em condições de iluminação extremamente baixa, ele pode capturar e processar rapidamente vários quadros em ISO alto, aumentando a sensibilidade à luz para quase 1 milhão de ISO enquanto reduz o ruído.

Por fim, o GN2 pode produzir imagens de 100 megapixels em um algoritmo inteligente de re-mosaico, mesclando três camadas individuais de 50 megapixels em vermelho, verde e azul. “Esses quadros são então ampliados e mesclados para produzir uma única fotografia de resolução ultra-alta de 100 megapixels”, de acordo com a Samsung. Como antes, ele também pode combinar quatro pixels em um para melhorar a sensibilidade à luz fraca, ao custo de uma resolução mais baixa.

O sensor GN2 agora está em produção, o que significa que provavelmente aparecerá nos próximos smartphones Samsung Galaxy. Isso poderia ser um futuro dispositivo Galaxy Note ou os telefones Galaxy da próxima geração da Samsung (o S22?) Com lançamento previsto para o próximo ano.

Smartphone