Yamato do Japão se torna a primeira cidade a proibir o uso de smartphones enquanto caminhava

12 de julho de 2020 0 62

Todos sabemos como os smartphones podem ser úteis em nossas atividades diárias. No entanto, esses computadores de mão que nos ajudam a executar várias tarefas podem se tornar um risco para a saúde quando as pessoas mergulham nelas enquanto caminham ou dirigem. Vimos governos diferentes tomarem medidas para reduzir o uso de telefones celulares enquanto dirigem. Agora, a cidade japonesa de Yamato se torna a primeira cidade a proibir o uso de smartphones enquanto caminha.

A cidade de Yamato fica na prefeitura de Kanagawa e abriga uma população estimada em mais de 234.000 pessoas. As autoridades da cidadeaprovou uma lei na quinta-feira passada que impede os cidadãos de usar smartphones enquanto andam em locais públicos como estradas, parques etc.

A decisão veio depois que o governo conduziu um estudo em dois dos pontos quentes da cidade. O estudo envolveu a observação de cerca de 6.000 cidadãos nos locais e registrou quantas pessoas usam seus smartphones enquanto estão em movimento.

De acordo com o estudo, cerca de 720 (12%) dos 6000 cidadãos usam seus smartphones enquanto caminham. Assim, após a pesquisa, o projeto de lei foi submetido em 1º de junho à assembléia da cidade. E as autoridades aprovaram recentemente, em 2 de julho.

Agora, de acordo com a nova regra, que entrará em vigor a partir do dia 15 deste mês, os cidadãos não devem usar nenhum dispositivo digital enquanto andam nas estradas da cidadeou qualquer lugar público. Quando houver necessidade de acessar um dispositivo móvel enquanto caminha, os pedestres devem parar em um local seguro e usá-los pelo tempo que quiserem. Contudo,se alguém infringir a regra, não há penalidade por isso, a partir de agora.

As autoridades dizem que a nova regra é uma tentativa de impedir que os cidadãos não tenham consciência de seus arredores enquanto andam em espaços públicos. Eles dizem que esperam que as pessoas entendam o fato de que “Smartphones devem ser usados ​​quando não estiverem em movimento.”

>

Notícia